Como criar um perfil forte no LinkedIn

O LinkedIn veio para ficar! É uma plataforma que serve tanto para quem está procurando por emprego, quanto permite encontrar parcerias para projetos e eventos, cativar pessoas para conhecerem sua página do Facebook ou seu site, contratar, vender cursos, conseguir novos clientes (pacientes, compradores, etc), fazer networking com CEOs e influencers da sua área, etc. As possibilidades são enormes! Mas, para poder aproveitar o potencial disso, é preciso ter um perfil atualizado e completo. Confira alguns conselhos:

LinkedIn

1- Pesquise, pesquise!

Para começar a construir um perfil forte, questione-se: qual seu nicho de mercado? Como o público se identificaria com o que você faz? Como você pode inspirá-lo? O aconselhável é fazer uma pesquisa: comece a seguir pessoas que você se espelha e gostaria de ter um cargo parecido.

O que elas postam? Como se definem? Que tipo de foto elas usam? Uma foto profissional faz toda a diferença. Procure alguém bem posicionado na sua área e se inspire no perfil dela no LinkedIn para fazer o seu. Quanto mais referências melhor!

LinkedIn

2- Defina suas palavras-chaves e use hashtags

No LinkedIn, é possível encontrar as pessoas pela pesquisa de palavras-chaves. Portanto, escolha ao menos 5 palavras que te representem, fora aquelas específicas que definem seu cargo.

Quais palavras estão perto do seu universo de trabalho e de interesse? Exemplo: empreendedorismo, autoconhecimento, criatividade, coaching e sustentabilidade. Dessas cinco palavras-chaves, escolha três para sempre usar e postar assuntos relacionados a isso no LinkedIn. Para escolher a linha editorial do conteúdo, procure sempre se pautar por informar, educar e inspirar.

Como saber se as palavras-chaves estão funcionando? Fique de olho no seu painel de dados e perceba quantas vezes seu perfil apareceu no resultado de busca e por quais palavras as pessoas te encontram. Ah, as palavras-chaves também podem virar hashtags e estão liberadas, pode abusar!

LinkedIn

3- Preencha o máximo de conteúdo  

Comece preenchendo seu nome normal ou pelo qual você quer ser conhecido. No título, coloque suas palavras-chaves. No cargo, coloque o que você faz atualmente ou, se está sem emprego, suas habilidades adquiridas. Evite colocar “em busca de oportunidade”.

No seu cargo, tente ser bem específico e objetivo: ao invés de colocar “desenvolvedor”, por exemplo, opte por “desenvolvedor de Java”. E evite jargões, pois não transmitem profissionalismo.

4- Crie conteúdo próprio no LinkedIn!

Além de ter um perfil bem completo, é importante compartilhar conteúdo. Curta e compartilhe artigos que você se identifica e que podem ser do interesse do seu público.

Ah, se você gosta de escrever, aconselhamos usar o PULSE, plataforma de escrita dessa rede. Escreva sobre o que você pode dar opinião, tem conhecimento suficiente para isso ou ao menos sente paixão pelo assunto.

Além disso, participe de grupos de acordo com seu interesse e compartilhe esses textos com essas pessoas!

LinkedIn

5- Indicações e depoimentos: quanto mais, melhor

Escreva depoimentos e coloque indicações de talento nos perfis de quem você já trabalhou. Toda indicação é uma troca!

LinkedIn

Gostou das dicas? Tem dúvidas? Outra forma de melhorar sua rede de contatos é estar presente onde pessoas de diversas áreas trabalham, como um coworking. Venha passar um dia no Four! Para saber mais sobre networking, leia: “Você sabe fazer networking? 05 dicas práticas”.

Leave a Comment

Your email address will not be published.